terça-feira, 27 de janeiro de 2009

Sarau do Binho - Estr. do Campo Limpo

Ontem, estivemos no Bar do Binho - Estrada do Campo Limpo. Um Ponto de Leitura e criação de textos - original, autêntico, que surgiu da necessidade de representação da identidade cultural de uma comunidade.

Sarau do Binho, com convidados ilustres e aprendizes, acontece toda segunda feira e reune uma média de 100 pessoas em torno da poesia.

Na abertura do evento, Binho leu uma passagem das cartas de Hernan Cortez que dão conta da morte violenta de muitos índios astecas durante a brutal ocupação dos espanhóis. Ao final, colocou o livro a disposição para empréstimo, o qual foi logo arrematado.

Já existe um grupo de jovens de todas as idades, da região, que acompanha assiduamente esses encontros.

Em anexo, segue foto com o poeta Renato Palmares declamando em uma das etapas da FLAP 2008 que aconteceu por lá.

Vamos mapeando, desenrolando a língua por esses caminhos. Quarta vou ao Sarau da Cooperifa.

A Todos, Saúde e Paz!!

Um comentário:

felipe disse...

salve poeta, salve "ANDARILHO DO GUETO", RUI antes de tudo quero agradecer em nome de todos os poetas perifericos(se assim me for permitido)_, por grande contribuição , ora estando conosco a recitar seus versos, e outrora divulgando estes trabalhos atraves do seu trabalho,adorei ler mais um pouco de sua SOPA, agora descorrendo e promovendo a cultura do gueto, pude tambem apreciar um pouco de são paulo atraves de seus olhos (fotos interessantissimas),e por tudo iiso só tenho a agradecer , valeu ! agente se tromba pelas vielas poeticas de são paulo> (FELIPE AGUSTO,)