quarta-feira, 16 de julho de 2008

BAHIA!

BAHIA!
Com todo teu espírito primitivo
O sebo de tua eterna sujeira
Tuas crenças amarrotadas
Regurgitadas sobre teus filhos lúdicos!

BAHIA!
Tuas cores pastéis
Teus becos esguios e maliciosos

Teu inconfundível cheiro
De humanidade e restos!

Mas...
Eu queria falar de tuas meninas nuas
Com lábios rosados no centro da cidade

Mas...
Eu queria falar de teus meninos nus
E seus paus famintos no centro da cidade

BAHIA!
Eu conheço o menino que corre assustado!
Eu conheço a menina que brinca
Com a Gilete na Boca!

BAHIA!
Eu conheço o Menino revirando o lixo!
Eu conheço a menina das coxas Perfumadas e Rasgadas!

BAHIA!
Eu conheço o menino de suave dorso e sorriso lindo!
Eu conheço a menina segurando o Caralho e Rindo!

Eu não tenho dinheiro Garota!
Eu não tenho trocado Pivete!
Eu não guardo miúdo Meu Velho!

Passa!!
Se afasta!!
Seu guarda!
Tire essa gente daqui!

Um comentário:

free lotto disse...

Considering the fact that it could be more accurate in giving informations.